setembro 28, 2011

Praxe? ou Anti-praxe?


     Tenho andado a reparar e já não há dia nenhum que não passe por pessoas com a cara toda pintada, por grupos aos berros pela estrada a cantar músicas completamente estúpidas e repetidas, folhas penduradas ao pescoço com o B.I de cada "burro" ou "besta", humilhação e mais humilhação para cima dos ombros ... Eu pergunto? Para quê? Qual é o objectivo? E é engraçado que me respondem sempre a mesma coisa "ah, porque se for contra a praxe depois põe-me de lado e não me convidam para festas ou jantares organizados por eles", mas espera lá, o que é que andar com a cara toda besuntada diz sobre uma pessoa?
     Sinceramente isso tira-me um bocado do sério. É giro fazer algumas brincadeiras e tal, mas tudo o que é exagero é erro porque eles abusam, e rebolar na lama ou vir com uma monocelha para casa ou até mesmo passear-me de pijama pela avenida eu não me estou a ver a fazer. Tenho pena, porque ainda por cima as festas mais engraçadas são de entrada livre, e jantares, dos 100 alunos do curso, aparecem trinta e são os podres x) portanto enerva-me que muita gente ainda pense assim, e de todo que acho errado ter de andar de quatro para poder ter uma relação normal com os outros ...
     A muitos resta-lhes respirar fundo e chamar àqueles "doutores" que nem doutores são e que já passaram pelo mesmo, todos os nomes que lhes vierem á cabeça baixinho :) não resolve, mas alivia xb

1 comentário:

  1. Concordo plenamente...
    Brincar é uma coisa mais que isso já é abuso
    Vou ser um universitario mesmo fraco! Até o uniforme acho ridiculo e nao vou gastar dinheiro naqela "coisa" que mais parece para o carnaval!

    ResponderEliminar