abril 30, 2012

NÃO ao Dia da Defesa Nacional!

     Pois bem, hoje chegou-me a casa uma cartinha de chamada para o Dia da Defesa Nacional, que me deixou perto de uma ataquesinho qualquer nervoso.
     Então é o seguinte, os senhores do ministério da defesa nacional acreditam, que é enfiando os jovens deste país à força numa quartel, que vão "sensibilizar" para a temática da mesma. E pior ainda, acreditam que "é um dia distinto e marcante para a sua formação enquanto cidadão". A sério ??? Sim, que como é sabido, ir para a guerra é dos primeiros itens da minha lista de planos e desejos (-.-), da minha e da lista da maioria dos jovens deste país, como é óbvio (-.-).
     Acho isto ridículo e acredito que existam mais pessoas como eu (tenho esperança que sim). E adorava que alguém fizesse um movimento qualquer contra este dia! A minha assinatura era a primeira! :)
     E depois dizem-me "ah, vai ser giro, vais conhecer o quartel ...", mas eu já conheço o quartel, e fui conhecer porque quis. E sim, gostei, mas fui porque quis e na altura que quis, não fui porque me obrigaram a ir. Pois, porque caso não saibam, quem não comparecer terá de justificar a falta no prazo máximo de cinco dias úteis, enviar à direcção um requerimento dirigido ao director geral a justificar a ausência, acompanhado de prova documental do motivo invocado (motivos estes que só são válidos sendo a morte de um familiar próximo, ou um acidente que impossibilite a incomparência, basicamente). Caso isto não aconteça, os jovens deste país (que são podres de ricos, olhando para os abonos de 50 euros que muitos recebem), terão de pagar uma coima que vai desde os 250€ a 1300€, sendo ainda inibidos de exercer qualquer função pública; em caso de necessidade de convocação, por falta de efetivos para a satisfação das necessidades fundamentais das Forças Armadas, o cidadão que faltou é, preferencialmente, chamado; e mais uma outra coisa, marcam uma nova data para a comparência no quartel, ou centro de divulgação de defesa nacional, ou regimento, ou o que lhe quiserem chamar.
     Agora eu pergunto "A sério que estamos em pleno século XXI?". Será que vou receber uma cartinha em casa do tribunal devido às expressões que utilizei neste texto? Por favor, poupem-me ...
     Mas há mais ... Os senhores como uns queridos que são disponibilizam um autocarro para nos levar, que por acaso passa a mais de 5km de onde moro. Tão queridos não são?
     Vão-me obrigar a estar enfiada naquela coisa, das 09h30 às 17h00, a ouvir palestras e mais palestras, a ver o Içar e Arriar da bandeira (tipo, não vêem filmes?), e etc etc. Para ajudar à festa não posso ir com quem eu quero, tenho de ir com quem eles também obrigam, ou seja, pessoas que já não vejo à uns bons largos anos (e que muitos não tenho a mínima da vontade de voltar a ver!).
     Portanto, assim sendo, e concluindo, já fiz uma promessa a mim mesma. Vou ser tão mal disposta e tão seca que me vão mandar embora mais cedo por já não me conseguir aturar mais *.*  Sim, porque na quarta (dia da tal ida) tinha  exame a matemática, e por causa disto vou ter de faltar!
     Gostava que quem concorda comigo opinasse porque muitos podem mudar alguma coisa, eu (forever alone) é que nem por isso. Claro que quem não concorda também tem tempo de antena e agradeço as opiniões :) 




PS.: Como sei que existem anónimos infelizes que conseguem distorcer completamente as palavras das pessoas, aviso já que eu com isto não quero dizer que a defesa do país não é importante, ou que não há pessoas que a achem importante. Simplesmente consigo imaginar muito mais facilmente paizinhos com os seus queridos filhos a passear por lá e a informar-se sobre aquilo, se estiverem interessados! Eu sou contra a obrigação de ir!

1 comentário:

  1. Prima é a vida eu já fui e achei engraçado parece uma alta seca mas chegas lá metes treta com alguem e o tempo passa-se e ficas a conhecer outras coisas, novas, outros estilos de vida. Vais ver que não é assim tão mau e eles são super porreiros :)
    (acaba antes um bocado das 5 prai 4 e meia, 4 e 1/4 :D)
    Boa sorte.
    Kiss Kiss *
    Cristiana.

    ResponderEliminar