julho 31, 2018

Aviso: Tema Controverso #4 - Outra vez as criancinhas.


E mais uma vez lá vou eu tocar num assunto delicado e que gera controvérsia perante o povo, que são as criancinhas. Já vos tinha falado destes pequenos seres antes, para quem não se lembra podem ver AQUI, mas hoje o tema é ligeiramente diferente. Acontece que agora com a chegada do Verão, do calor (oi? Calor? Onde?), vá eu tenho fé que ele apareça, lá vamos em excursões desenfreadas açambarcar um lugar na praia ao sol, reservar o último quarto daquele hotel na booking (sim, porque é sempre o último quarto), e o que queremos é andar a jiboiar do mar para a toalha, da piscina para o quarto, relaxar e aproveitar as pequenas férias que esperamos o ano inteiro.
Até aqui tudo perfeito e maravilhoso, têm tudo para ser os melhores dias do ano, mas (e há sempre um mas), de repente levamos com um engaço em cima, ou vemos uma bomba a acontecer mesmo ao nosso lado na piscina e é tarde de mais para fugir, ou temos uma criatura a chamar pelo Jean Pierre entre cada onda do mar, enfim uma desgraça pegada. Eu tenho para mim que este post começou por ser para falar das criancinhas mas se calhar viramos isto ao contrário e devíamos era falar dos pais das criancinhas que não lhes sabem dar educação. Gente, não é fixe estar a relaxar na praia, ou a ler um livro, e ter um puto do vizinho sempre a tirar-nos areia para cima. Também não é fixe não conseguir entrar na piscina porque com tantas bombas já há quase mais água fora da piscina do que dentro dela.
Claro que todos os papás acham que os filhos são perfeitos e não fazem nada disto, coitadinhos são crianças. (A frase dos coitadinhos é a minha preferida!) Não são coitadinhos, simplesmente testam os seus limites e precisam de ser educados, repreendidos, para o bem da humanidade.
Depois ainda vem outra polémica que leva os papás aos arames. Devido a estas faltas de educação muitos hotéis decidiram abolir as criancinhas, é proibido frequentarem, ou por vezes apenas é proibido frequentarem a piscina do SPA. Ora para mim é uma medida perfeita, tem de haver as duas opções, para quem quer crianças e para quem não quer. Para os pais isto funcionou como uma pequena afronta, porque os meninos são tratados como animais, porque têm os mesmos direitos, porque isto não pode ser legal, porque não vão mais a este hotel (obrigada criaturas, era essa a intenção!). Não percebem que as regras são criadas quando há exceções.
Este post trata-se de um apelo desesperado de quem vai começar as férias e precisar de relaxaaaaaar.
Agradecida.


1 comentário: