abril 26, 2020

Diário de uma Quarentena


Nunca fui a melhor pessoa com palavras. Falo muito, falo de tudo, mas depois há aquelas coisas que normalmente me deixam sem voz. Nesta fase tão invulgar das nossas vidas acho que já passamos por tudo, num mesmo dia conseguimos ter três ou quatro emoções distintas. Há dias que vai ficar tudo bem, há outros que não quero saber se vai ficar tudo bem, há dias solarengos, há dias energéticos, há outros de manta no sofá...
Apesar de tudo tem sido intenso, numa casa nova que em tão pouco tempo já criámos tantas memórias. E quando faltam as palavras, é na máquina que me desforro, e na fotografia que me revejo. Hoje é disto que "falamos" aqui, memórias de uma quarentena!










Beijo,

Adriana Machado

1 comentário: